A PALAVRA CONVENCE, O EXEMPLO ARRASTA! – 1Co 11:1

Influenciar na vida das pessoas que estão ao nosso redor exige muito esforço, ideias e riscos, mas isso não poderia ser diferente. Aceitemos ou não, somos influenciados uns pelos outros. Não há como viver de modo independente, pois tentar viver uma vida isolada não seria natural. Além do que conduziria à insanidade.

Influenciar o outro exige esforço, porque tudo na vida que pode conduzir à vitória requer empenho e dedicação, o que é dignificante, porque quando as coisas acontecem com facilidade, sem luta, sem batalha, sem envolvimento, há a tendência de não darmos o devido valor.

Normalmente nos preocupamos em demasia com essa tarefa, e não é para menos. No entanto, a Bíblia ensina que a operação de influenciar as pessoas é função do Espírito Santo, mas “Ele não fará nada” se não estivermos dispostos a fazermos nossa parte.

O amor é indispensável, sem este não teremos estímulo algum para fazer algo em favor do nosso próximo. Como, pois, nos esforçaremos e que motivação nós poderemos ter sem o amor? Na verdade, poderia haver outros interesses, mas nenhum deles seria agradável a Deus. Somente se tivermos amor pelas pessoas como também pela obra de Deus, é que teremos motivos verdadeiros para nos esforçarmos pelo sucesso e felicidade do outro. Naturalmente, surgiriam então as ideias, os métodos que iríamos utilizar para nos aproximarmos adequadamente de nossos vizinhos, irmãos e amigos (ou quem sabe, até dos inimigos).

Existem muitos métodos e estes podem variar de acordo com as características do evangelizador e evangelizando, bem como da situação e da região que residem. Claro que essa aproximação pode incorrer em riscos. Arriscamo-nos em não sermos aceitos, em sermos ridicularizados, explorados, decepcionados etc. Assim sendo, podemos dizer que também é necessário o discernimento e, mesmo assim, não estaremos imunes aos riscos.

Não seria satisfatório haver esforço para evangelização, termos ideias e nos expormos aos riscos inerentes a essa ordem do Senhor Jesus, se não houver algo essencial: o testemunho de vida. E por que não dizer que o testemunho já é a própria evangelização? Como bem disse São Francisco: “- Evangelize sempre; se necessário, use palavras”.

Portanto, podemos considerar que não há transmissão correta das boas novas de salvação de Deus se não houver transformação comportamental daquele que deseja cooperar com o Senhor na conversão de vidas. Seria uma contradição. Reverter essa história não é fácil, mas é possível se o cristão for verdadeiramente transformado pelo poder do Espírito Santo.

Evidente que não podemos atribuir todos os méritos da evangelização às ações humanas, mas é essencial que o cristão seja transformado, pois o que faço e o que não faço estão constantemente em pauta, estou sempre sendo observado por todos, mesmo quando não me dou conta disso, e as pessoas precisam de um modelo a ser seguido, padrão esse que o mundo não pode oferecer e, infelizmente, muitos que se dizem cristãos também não estão em condições de serem imitados, porque ao invés de alimentarem o espírito, seguem o padrão mundano, alimentando mais o lado carnal.

Ainda estou por ver alguém que, como o apóstolo Paulo, possa dizer de coração, de mente e de atitudes: “Sede meus imitadores, como também eu o sou de Cristo”. Você pode? Espero que sim. O Espírito Santo também espera isso de todos nós. É muito triste ouvir alguém dizer “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”. Infelizmente muitos pais dizem isso a seus filhos, isso quando não os induzem ao erro grosseiro do cotidiano. Gosto muito de comentar uma frase que li num quartel de infantaria do Exército Brasileiro sediado em Belém do Pará: “A palavra convence, o exemplo arrasta!”.

Que Deus nos abençoe.
Monteiro

4 comentários:

  1. A paz do Senhor Osvaldino, ei mano o teu blog tá muito bom, continue neste rumo e tudo irá bem.
    A título de sujestão, que tal criar um forum de debates com temas bem atuais para desenferrujar os teologos.

    Um abraço do seu mano
    Pr. Cezar Souza

    ResponderExcluir
  2. A paz do Senhor, muito edificante esse post!
    q Deus continue te usando e te abencoando nessa caminhada.
    gostaria de deixar meu blog tbm caso queira visitar e compartilhar da palavra do nosso Deus.
    http://noscontaram.blogspot.com.br/
    e a pagina no facebook é
    facebook.com/mecontaramcom
    fica com Deus e até mais!!

    ResponderExcluir
  3. A Paz de Senhor irmão Osvaldino, vim retribuir a visita, Deus o abençoe por esse espaço criado para servir a Deus e edificar outros. Que o nosso Deus o faça prosperar em tudo. Quanto a mensagem escrita, eu gosto muito do que jesus disse a Pedro. "Pedro, quando você se converter, fortaleça seus irmãos."Lc.22.32. De fato primeiro Deus trabalha em nós, depois levamos aos nossos irmãos.
    Deus abençoe a ti e os da sua casa.
    Ailda Deiró


    ResponderExcluir
  4. A Paz de Senhor irmão Osvaldino, vim retribuir a visita, Deus o abençoe por esse espaço criado para servir a Deus e edificar outros. Que o nosso Deus o faça prosperar em tudo. Quanto a mensagem escrita, eu gosto muito do que jesus disse a Pedro. "Pedro, quando você se converter, fortaleça seus irmãos."Lc.22.32. De fato primeiro Deus trabalha em nós, depois levamos aos nossos irmãos.
    Deus abençoe a ti e os da sua casa.
    Ailda Deiró

    ResponderExcluir

Mensagens populares

SEGUIDORES

Total de visualizações